Mulher é presa por entrar com explosivos em presídio; 19 fugiram

Marido da detida, que está preso, não conseguiu fugir e ainda ficou ferido.

A mulher de um preso da Unidade Prisional de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia (GO), Akylla Ferrão Antunes, de 24 anos, foi detida sob suspeita de facilitar a entrada de explosivos na cadeia. O material foi usado para derrubar o muro do presídio e facilitar a fuga de 19 detentos. Contudo, a Polícia Civil informou que o marido dela, Matheus Fernandes Assis, de 23 anos, não conseguiu fugir e ainda ficou ferido por conta da explosão.

“Chama a atenção o modo profissional que realizaram a fuga. A ironia é que o marido dela não conseguiu fugir e outros detentos sim. Além de não efetuar a fuga, a esposa acabou sendo presa em flagrante. Os planos não saíram a contento e ele está bastante machucado”, disse a delegada Paula Meotti ao G1.

Segundo a publicação, a fuga aconteceu na tarde desse domingo (15), no fim do horário de visitas. A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que 19 internos fugiram e oito ficaram feridos. Até a manhã desta segunda-feira (16), um foi recapturado e três receberam alta médica.

Os prisioneiros fizeram duas explosões: uma numa cela, para distrair os guardas, e outra nas proximidades do muro, abrindo um buraco para a fuga.

Akylla foi presa logo após a ação, ao buscar um carro que foi usado por alguns presos na fuga. “Ela teria deixado um veículo ligado nas proximidades do presídio para que após a explosão pudesse ocorrer a fuga. Inclusive, combinaram o local que o veículo seria abandonado. Ela retornou para buscar o veículo só que, para o azar dela, uma viatura da Polícia Militar chegou nesse exato momento”, contou a delegada.

A mulher disse ter organizado a entrada de dez explosivos e de um cordel. Outras mulheres ajudaram na entrada. “Ela teria facilitado a entrada, entregando os explosivos para outras duas mulheres, que teriam entrado com os explosivos dentro do presídio. Depois, ela entrou com o cordel escondido nas partes íntimas”, disse a delegada.

Jacson Delúbio Santana de França, de 24 anos, também foi detido sob suspeita de ajudar na fuga. Ele revelou ter sido contratado para o serviço por uma facção criminosa de tráfico de drogas.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes Prisionais em Goiás, Maxsuell Miranda das Neves, a unidade abriga 450 presos, mas tem capacidade para 120. Os internos que fugiram eram de celas diferentes.

Veja a lista dos fugitivos:

  1. Vinicius Henrique Libaneo da Conceição
  2. José Vinicius Pereira Silva
  3. Edvan Esteves
  4. Djavan Oliveira Gabriel – recapturado
  5. Danrlei Rodrigues Veras da Silva
  6. Jardson Oliveira Santos
  7. André Brasil Ribeiro
  8. Alex Junio Bispo da Silva
  9. Cássio Dumont Martins Tavares
  10. Wilson Ribeiro da Silva Filho
  11. Ítalo Kaique Araujo da Silva
  12. Frederico Alves de Sousa
  13. David Oliveira Maciel
  14. Marcos Vinicius de Souza Batista
  15. João Paulo Ferreira da Costa
  16. Fernando da Silva Brandão
  17. Rafael de Jesus Oliveira
  18. Fabrício Miranda Ferreira
  19. Lucas Stefano dos Santos

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.