COAF: operação suspeita em empresa de doleiro com os sócios Huck e Accioly

Não foram apenas os ex-técnicos Bernardinho e Carlos Alberto Parreira que fecharam negócios com o empresário Roberto Rzezinski, preso ontem pela Polícia Federal na ‘Operação Câmbio, Desligo’.

Robertinho, como é conhecido na high society carioca, também foi sócio de Luciano Huck e Alexandre Accioly na “Empresa Brasileira de Distribuição de Ingressos” – (www.ingressorapido.com.br).

Segundo o MPF, o COAF identificou uma série de depósitos em espécie, em valores inferiores a R$ 50 mil, totalizando meio milhão, na conta dessa empresa, em setembro de 2009.

Os depósitos foram feitos em diferentes agências do Banco Safra no Rio, em São Paulo e Curitiba. Para o COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), uma “tentativa de burla dos controles de valores para comunicação obrigatória”.

 

João Paulo Diniz, Luciano Huck, Alexandre Accioly e Luiz Urquiza

 

Alexandre Accioly, Aécio Neves e esposas.

 

Alexandre Accioly, Roberto Rzezinski e esposas.

 

Bernardinho, Alexandre Accioly e Aécio Neves

 

Aécio Neves. Luciano Huck e esposas.

 

 

Fica dica

 

Fonte: O Antagonista

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.